top of page
  • Foto do escritorAlex Lima

Barbeiro ateu





Enquanto o barbeiro aparava seus cabelos, Pedro conversava e, entre outros assuntos, falava de Deus e suas obras. Até que o barbeiro incrédulo e impaciente disse:

         - Deixa disso, meu amigo, Deus não existe.

         - Porque? Indagou Pedro.

         - Se Deus existisse, não haveria tantos doentes, pobreza, miséria e guerras neste mundo. Olhe em sua volta e veja quanta tristeza. Basta andar pelas ruas e enxergar.

         Calado, Pedro pagou o corte e foi saindo, quando avistou na calçada um maltrapilho com longos cabelos, barba desgrenhada e suja , baixo do pescoço.

         Deu meia-volta e interpelou o barbeiro:

         - Sabe, não acredito em barbeiros.

         Como assim? perguntou o barbeiro.

         - Se existisse barbeiro, não haveria pessoas com cabelos e barbas compridas

         - Ora , meu amigo, essas pessoas não vão ao barbeiro porque não querem e eu não tenho culpa.

         Todas quem vêm aqui eu atendo prontamente.

         Pedro então retrucou:

         - Ah... Agora entendo porque você não acredita em Deus.

 

Em geral, as pessoas só procuram Deus quando a necessidade aperta e a dor do sofrimento torna-se insuportável.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page