top of page
  • Foto do escritorAlex Lima

Mentira tem perna curta



Jovem advogado, récem formado, monta um escritório e enche-se de esperança para começar a carreira. Quando quase tudo já está no lugar, logo nas primeiras horas do primeiro dia, entra um homem na sua sala de espera.

Como a porta entre os dois ambientes estava meio aberta, ele resolveu impressionar seu primeiro cliente. Retirou o telefone do gancho, fingiu discar para alguém e começou a falar em voz alta:

- Sim, senhor, pode ficar tranqüilo... não, não... nunca perdi uma ação.

- Não, senhor, não é demorado. Vamos agilizar o processo. Conheço as pessoas certas.

E, assim, ele continuou por alguns minutos. Enquanto isso, com a mão direita espalmada para frente, fazia sinais ao seu cliente, pedindo-lhe que aguardasse um pouco. Recolocou o telefone de volta na aparelho, dirigiu-se à recepção e perguntou:

- Em que posso ajudá-lo, meu amigo?

- Sou da companhia telefônica, respondeu o homem, vim ligar o telefone.


Por isso, deixando a mentira, fale cada um a verdade com o seu próximo, porque somos membros uns dos outros. Efésios 4:25

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page