Calculando o Custo


E qualquer que não tomar a sua cruz e vier após mim não pode ser meu discípulo. Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir? Para não suceder que, tendo lançado os alicerces e não a podendo acabar, todos os que a virem zombem dele, dizendo: Este homem começou a construir e não pôde acabar. Lucas 15:27 ao 30


Nesses versículos o Senhor Jesus não está apenas nos ensinando que todo empreendimento tem um custo, Ele não está apenas nos orientando a calcular o custo das coisas naturais no sentido de planejamento, boa administração e etc. Se olharmos o contexto, ou seja os versículos anteriores, a gente observa que Ele estava falando sobre o preço de segui-Lo.

No inicio desse texto bíblico, no versículo 25 está escrito que: “Grandes multidões o acompanhavam…” Havia uma multidão seguindo Jesus, e é quase como se o Senhor Jesus quisesse falar pra eles: Tem gente demais aqui! Talvez vocês não tenham entendido bem qual é a minha proposta! É então que Ele diz para eles: “Se alguém vem a mim e não aborrece a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs e ainda a sua própria vida, não pode ser meu discípulo.” Ele estava mostrando o que significava ser Seu discípulo, e a partir daí que ele então usa esse exemplo, como se dissesse:-Se vocês não tiverem dispostos a pagar o preço, de ser meu discípulo, não adianta nem começar! É melhor abrir mão da torre se não tiver disposto a terminar! É melhor desistir de ser um discípulo se não tiver disposto a ir até o fim! Pagar o preço!

Esse preço não é financeiro! O Senhor Jesus já pagou o preço da nossa salvação na Cruz do Calvário! Mas quando aceitamos essa Salvação que nos é oferecida gratuitamente, juntamente com ela há um pacote, e esse pacote está o desprezo por causa da sua fé Nele, está a perseguição por causa da sua fé Nele, está o muitas vezes não ser compreendido pela família por abrir mão de certas tradições, e etc..


Nisso exultais, embora, no presente, por breve tempo, se necessário, sejais contristados por várias provações, para que, uma vez confirmado o valor da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro perecível, mesmo apurado por fogo, redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo; a quem, não havendo visto, amais; no qual, não vendo agora, mas crendo, exultais com alegria indizível e cheia de glória, obtendo o fim da vossa fé: a salvação da vossa alma. 1Pedro 1:6 ao 9

Ouça diariamente pelas 23hs, a mensagem amiga do Bispo Macedo