Raízes mais profundas


Havia um médico, cujo hobby era plantar árvores no quintal da sua casa. Um dia. Houve um vendaval muito forte e as árvores da rua e dos vizinhos do médico caíram todas, pois não resistiram à força do vento, as únicas que permaneceram de pé foram as do seu quintal. Explicou, então, aos vizinhos a razão de as suas árvores serem tão resistentes: ele nunca as regava e, por isso, elas demoravam muito a crescer.

A sua teoria era que, se as regasse, as raízes se acomodariam na superfície e ficariam sempre à espera da água, da rega ou das chuvas, vinda de cima e sem lhes exigir qualquer esforço. Como ele não o fazia, as árvores demoravam mais a crescer, mas as suas raízes iam para o fundo da terra, em busca da água. Assim, segundo ele, teriam raízes mais profundas e seriam mais resistentes. Disse ainda que, frequentemente dava uma palmadinha nas árvores, com um jornal enrolado, e fazia isso para que se mantivessem sempre acordadas e atentas.

Assim tambem, Deus permite que hajam lutas e tribulações na vida do cristão, com o intuito de fazê-lo cada vez mais enraizados com a sua fé. E quanto maiores forem as lutas que ele venham a passar, mais profundas se tornarão as suas raízes!


E não somente isto, mas também nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança; e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança. Romanos 5:3

Ouça diariamente pelas 23hs, a mensagem amiga do Bispo Macedo