Saiba lidar com as adversidades


Uma vez, a filha de um cozinheiro estava a queixar-se de como a vida era difícil para ela. O pai levou-a até à cozinha, encheu três panelas com água, pô-las ao lume e deixou ferver.

Numa panela pôs cenouras, noutra colocou ovos e, na última, café em pó. Cerca de vinte minutos depois, apagou o lume.

Pegou nas cenouras e colocou-as numa tigela. Retirou os ovos e meteu-os numa outra tigela. E tirou o café, com uma concha, e deitou-o numa xícara. Pediu a filha que provasse as cenouras, ela obedece e concluiu que estas estavam macias.

Depois, pediu que a filha pegasse num ovo e o partisse. Ela obedeceu e, ao retirar a casca, verificou que endurecera com a fervura.

Finalmente, pediu que ela bebesse um gole do café. Ela provou-o e achou-o saboroso. E o cozinheiro então explicou:

- Cada um deles enfrentou a mesma diversidade: a água a ferver mas a forma como cada um reagiu foi diferente.

A cenoura entrou forte, firme e inflexível, só que, depois de ter sido submetida à água a ferver, amoleceu e tornou-se frágil. Os ovos eram frágeis e a sua casca fina protegia o líquido interior, mas, após terem sido fervidos, o seu conteúdo ficou duro. O pó de café, contudo, é incomparável. Depois de ter sido metido na água a ferver, mudou a água.

Na vida estamos sempre a passar por adversidades. Como reagimos quando está num ambiente adverso? Somos como a cenoura, o ovo ou café?


Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os teus decretos.

Salmos 119:71

maiorca fm iurd
Ouça diariamente pelas 23hs, a mensagem amiga do Bispo Macedo.
E as 18:30hs o Programa Casos Reais 
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube